BLOG

← Voltar
Vinil
22/04/2017

Billion dollar, babies

Enquanto lê o post de hoje, ouça as músicas de Alice Cooper, clicando aqui.

Vincent Damon Furnier, mais conhecido por seu nome artístico Alice Cooper, é um cantor, compositor e ator americano nascido na cidade de Detroit, em 4 de fevereiro de 1948. Ficou mundialmente conhecido nos anos 1970 por seus shows de rock inovadores e com o intuito de chocar e provocar o público, junto com letras obscenas, obscuras e sangrentas, além de um visual gótico.

Alice Cooper era originalmente o nome da banda de que Vincent Furnier fazia parte, juntamente com Glen Buxton e Michael Bruce nas guitarras, Dennis Dunaway no baixo e Neal Smith na bateria. Juntos, lançaram sete álbuns, e suas apresentações tornaram-se célebres pelo uso de vários elementos performáticos baseados em filmes de terror, como guilhotinas, cadeiras elétricas, cobras vivas, bonecas voodoo, sangue falso e muitos outros.

fotos alice cooper1

Num show, Vincent atirou uma galinha na plateia achando que ela voaria e escaparia (pois ele é contra qualquer tipo de crueldade com animais), mas ela caiu sobre o público que a fez em pedaços. O ocorrido teve uma forte repercussão, foi capa de jornais e tema de reportagens de televisão. Tendo estudado em colégios religiosos, sempre se disse “um homem de fé”, afirmando que suas performances são apenas trabalho sem qualquer tipo de comprometimento com suas opiniões e escolhas pessoais.

Usando o nome The Spiders, o grupo fez sua primeira gravação em 1965, com o single Why Don’t You Love Me. Em 1968, mudaram o nome para Alice Cooper (referência a uma bruxa do século XVII), e foram logo se acostumando a esvaziar os clubes onde se apresentavam. Conseguiram uma audição com o músico Frank Zappa, que se impressionou com eles (chegaram 12 horas adiantados ao encontro!), assinando um contrato para o lançamento de três álbuns. O primeiro, Pretties for You, de 1969, foi um fracasso total.

O segundo álbum, Easy Action, lançado em 1970, também não emplacou. Com o produtor Bob Ezrin, fizeram Love It to Death, em 1971, e uma ligeira mudança no estilo conseguiu agradar o público. A banda assinou com a Warner Bros Records e lançou Killer, que trouxe sucessos como Under My Wheels e Halo of Flies, mas foi em 1972 que atingiu o estrelato com o LP School’s Out que chegou o 2º lugar da Billboard 200.

Em 1973, foi lançado Billion dollar babies, um estouro, chegando ao topo tanto nos EUA quanto no Reino Unido, com direito a turnê mundial com recordes de bilheteria. O show era censurado em vários lugares devido ao aparato sangrento das performances, mas Vincent se defendia dizendo: “Será que esse pessoal nunca leu MacBeth? Faz parte do currículo escolar inglês!” – referindo-se aos massacres tão comuns nas peças de Shakespeare.

fotos alice cooper2

O próximo passo foi Muscle of Love, o último trabalho em conjunto da banda. O cantor mudou seu nome legalmente para Alice Cooper, evitando problemas de direitos autorais com os ex-integrantes, e lançou Welcome to My Nightmare, em 1975. Nessa época, o exagerado consumo de álcool começou a afetar suas apresentações e ele internou-se em uma clínica de reabilitação. Em 1978, usou sua experiência na clínica como inspiração para o disco From the Inside, e iniciou uma turnê com o tema de palco representando um sanatório.

Alice começou a década de 1980 com uma série de discos equivocados para os padrões de seu público, e seus problemas com a bebida retornaram e sua esposa, Sheryl Goddard, pediu o divórcio. Voltou em 1986 com o álbum Constrictor, em seguida lançou Raise Your Fist and Yell.

Em 1989, saiu Trash, que foi um sucesso comercial, permitindo que ele saísse pelo mundo com apresentações em arenas e estádios. Lançou o single Poison, que chegou à 2ª posição no Reino Unido, e foi seu maior êxito de vendas até hoje.

Nos anos 1990, ele fez participações especiais em álbuns de vários artistas e também pontas em filmes, como Freddy’s Dead: The Final Nightmare. Em 2000, o cantor lançou Brutal Planet, que originou o aclamado DVD Brutally Live. Depois vieram Dragontown e The Last Temptation, com a crítica apontando que essa trilogia reunia seus melhores trabalhos.

O cantor seguiu com lançamentos certeiros como o álbum The Eyes of Alice Cooper, quando decidiu trabalhar com músicos mais jovens. Ele adotou efeitos visuais em menor escala, priorizando a música; e nessa época recebeu vários prêmios e homenagens, incluindo uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood (2003).

fotos alice cooper3

Estreou um programa de rádio, gravou um DVD em Montreux e fez o álbum Along Came a Spider, em 2008. Girou o mundo, em 2011, ao lado de Iron Maiden e Def Leppard, com apresentações no Brasil.

Ele ainda faz parte do supergrupo Hollywood Vampires, com Johnny Depp e Joe Perry (guitarrista do Aerosmith), além dos ex-Guns and Roses Duff McCaghan e Matt Sorun. Em 2015, tocaram no Rock in Rio Las Vegas e no Rock in Rio Brasil. Esta banda já teve várias lendas do rock, em que eram um “ajuntamento de amigos”, composta por John Lennon, Keith Moon, Ringo Starr, Elton John e vários outros artistas.

Ele também embarcou em “disputas políticas”, quando, em 2016, lançou campanhas simultâneas para se tornar o novo primeiro ministro do Reino Unido e o presidente dos Estados Unidos. Seu slogan era “um homem problemático para tempos problemáticos”, como jingle ele regravou Elected, clássico de 1972.

“Tia Alice” – como era chamado – foi um dos primeiros megastar a se apresentar no Brasil (em 1974), com performances históricas. O show em São Paulo, realizado no Anhembi, teve um público estimado em 150 mil pessoas, além de muita confusão. Ele até foi personagem da revista Zé Carioca, numa caracterização muito engraçada (Hélice Kuper).