BLOG

← Voltar
O jeito Prefácio
11/04/2017

Produção e edição de conteúdo: entenda a diferença

Devido a quantidade de informações a que somos submetidos diariamente, ser valorizado e relevante nos dias atuais requer conhecimento e estratégia. Dessa forma, a produção de conteúdo deve seguir três requisitos importantes: ser bem escrita, ter uma voz própria, contar uma boa história. Após o texto finalizado, nos deparamos com outro desafio: a edição! Como elencar prioridades? Como escolher o que é relevante? Acima de tudo, produção de conteúdo requer planejamento, pesquisa e domínio do assunto.

Confira o artigo e entenda a diferença entre produção e edição de conteúdo e a importância de fazer esse planejamento:

Planejar e reunir informações: pressupostos para um bom conteúdo

Produzir conteúdo pressupõe, antes de qualquer coisa, um planejamento de comunicação adequado e um briefing bem feito. O planejamento irá apontar quais serão as ações que possibilitarão alcançar os objetivos propostos. O briefing, por sua vez, lista as informações e angulações imprescindíveis para tornar o conteúdo rico e inteligível ao público que se pretende alcançar.

A estratégia que nasce do planejamento é o que vai guiar todo o conteúdo que será produzido. Esse planejamento deve ser pela persona com a qual se deseja falar, o que se refere ao tom, à linguagem e ao tipo de conteúdo em sei que será produzido. A persona, por sua vez, é orientada pelo público, pois nela estão os dados demográficos e específicos irão descrever a forma e o recheio do conteúdo a ser produzido, totalmente direcionados à total apreensão do conteúdo pela persona.

E o conteúdo em si?

Depois de estar suficientemente orientado para o trabalho e munido dos dados indispensáveis, o profissional de comunicação se vê diante de seu maior desafio: produzir o conteúdo. Quando chega esse momento, informação, a propósito, nunca é demais. No entanto, é importante ter a noção exata do volume adequado a cada peça que se pretende produzir – seja uma matéria jornalística, um post para as redes sociais, um guia de serviços etc. – para não pecar pela falta e tampouco pelo excesso.

Para produzir um bom conteúdo, além do completo domínio sobre o assunto do qual se está tratando e das informações necessárias para criar algo consistente e útil aos leitores, também é essencial um texto de fácil entendimento para o público-alvo, envolvente e agradável. Nesse sentido, não apenas o fazer diário, mas a prática de pesquisar conteúdos produzidos por outros profissionais, além do hábito de leitura, são cuidados que não podem ser desprezados.

Com o conteúdo pronto, chega, então, o momento de editá-lo.

Edição: que bicho é esse?

O jornalista, escritor e dramaturgo Nelson Rodrigues dizia, em tom jocoso, que, no que dependesse de um copydesk, até Shakespeare certamente teria sua obra reescrita. O alerta é válido para quem tem a missão de editar um conteúdo pronto.

Editar pressupõe escolha. É o momento em que o profissional encarregado da tarefa irá selecionar as informações verdadeiramente essenciais para que o conteúdo cumpra a sua finalidade e adaptá-las à linguagem mais adequada, se for o caso. Sob esse aspecto, é importante estar atento ao fato de que editar não significa adaptar o conteúdo ao estilo de quem se incumbe da tarefa, sob o risco de uma padronização excessiva que se deve evitar. Ao contrário, a boa edição deve respeitar a maneira que cada um possui de contar uma história.

Essa edição se trata justamente de estruturar o texto de forma que se torne entendível e apreensível pelas personas, componente vital do planejamento de conteúdo que citamos anteriormente. Um bom trabalho de edição é aquele que dará ao texto o tom certo, tornando possível a comunicação e transmitindo com o mínimo de ruídos a mensagem desejada.

Entender que um planejamento coeso de comunicação é construído por partes, é fundamental para que o conteúdo produzido alcance os objetivos desejados. De nada adianta produzir textos e mais textos sem se ter em mente o objetivo e sem traçar os caminhos necessários para atingir o público. Primeiro o planejamento, depois e a produção e, por fim, uma edição coesa e assertiva do conteúdo. Entenda esses conceitos e seja capaz de aumentar o trafego para o seu site ou blog, o alcance do seu material e a taxa de interação em seus canais.