NOTÍCIAS

Dicas de Comunicação
09/08/2017

Qual o objetivo da comunicação interna de uma empresa?

Vamos conversar sobre comunicação interna. Seja você da área de comunicação ou não, com certeza você já escutou a célebre frase “O cliente tem sempre razão”. Mesmo que seja um clichê, ela resume o princípio de que a empresa deve prezar pela excelência na experiência de cada pessoa com seus produtos e serviços. Reunindo as impressões de cada uma delas, constrói-se sua imagem e reputação.

Agora, por que começamos um post sobre qual o objetivo da comunicação interna de uma empresa falando sobre clientes? Hoje, os grandes nomes do mundo corporativo já enxergam suas equipes como seu primeiro público de interesse, que deve ser considerado, respeitado e agradado. Eles vivenciam a experiência das organizações em seu dia a dia e possuem um importante papel na construção de sua reputação. Confira abaixo algumas estratégias que essas empresas utilizam para engajar sua equipe e, assim, melhorar cada vez mais sua imagem:

Comunicação interna: um importante reforço estratégico das empresas

Não é melhor remar sabendo qual será o destino do seu barco? Pensando assim, a comunicação interna assume cada vez mais o papel de apresentar às equipes o norte que guia a atuação da empresa. Por meio de campanhas, comunicados diretos, palestras, reuniões e atividades interativas, os colaboradores recebem informações sobre o objetivos da organização e instruções de como ele irá contribuir para seu alcance.

Reconhecimento, a fórmula do sucesso

Cada vez mais, as grandes empresas investem em programas que premiam as equipes por sua boa atuação. Mais do que bonificações e premiações em dinheiro, essas ações baseiam suas premissas na comunicação interna. Por meio dela, é realizado tanto o reconhecimento dos profissionais frente a sua equipe como o incentivo aos demais para adotarem a mesma postura.

Comunicação interna para alinhamento cultural

Voltando à metáfora do barco, imagine a situação: um remador à direita do barco rema com muita velocidade e pouca força e à esquerda outro rema lentamente mas com muita força. Você acha que o barco conseguiria seguir com eficiência pelo seu trajeto? O mesmo se aplica às empresas.

Se a equipe não estiver engajada e seguindo um mesmo procedimento e padrão, as ações de cada profissional ou setor podem seguir rumos diferentes do esperado. O jeito de se fazer as coisas, as metodologias internas, a hierarquia e os tipos de interação entre equipes e setores denotam a cultura de cada empresa. A comunicação interna, por sua vez, lança mão de recursos como campanhas motivacionais, atividades interativas, projetos de engajamento, para tornar essa cultura uma unanimidade dentro do universo de cada organização.

Comunicação direta = empresa transparente

O contexto econômico e político mundial demanda cada vez mais transparência das organizações dentro e fora de seus muros. Essencial para a dispersão das informações nos setores e equipes das empresas, a comunicação interna faz com que todos tenham acesso e possam se utilizar desse conhecimento em sua rotina profissional. Para isso, são utilizados diversos tipos de publicações internas, como boletins, jornais, quadros de avisos, comunicados, dentre outros.

Seja como ferramenta de alinhamento estratégico, dispersão da cultura organizacional, reconhecimento profissional ou divulgação de informações, a comunicação interna é um importante aliado na construção da imagem das organizações. Por isso, independente do tamanho da empresa, é essencial que seja construído um relacionamento coeso e estratégico com os funcionários.  Juntos, profissionais e organização poderão apresentar ao mercado aquilo que cada empresa tem de melhor a oferecer.