NOTÍCIAS

O jeito Prefácio
02/08/2017

Do estágio ao emprego fixo: 10 dicas para chegar lá

Quer saber como ir do estágio ao emprego fixo? É justamente disso que vou conversar com você!

estagio

Olá, o meu nome é Umberto e sou social media aqui na Prefácio. Atualmente atendo os clientes: os comitês da Bacia do Rio Doce, Sercon, CORI-MG e CEIVAP. Comecei minha carreira aqui como estagiário, mas graças ao meu esforço fui contratado.

Ser um estagiário pode ser uma aventura em tanto. Tem empresa que só pensa na gente como a pessoa do cafezinho; outros acham que só servimos para fazer o que eles mesmos não querem. São coisas que nos desafiam diariamente, mas nos mantemos firmes e com a expectativa de extrapolar estes estereótipos do estagiário para, enfim, conseguirmos nosso primeiro emprego como profissionais.

Pensando nisso, a Prefácio me convidou para falar sobre a minha trajetória até a contratação. Foram cinco experiências diferentes até chegar aqui. Então, separei 10 dicas que me foram muito úteis e fizeram a diferença nesta jornada.

1. Estude

Pode parecer sem sentido dizer isso, mas faz muita diferença. Estudar não é apenas estar em sala de aula durante os horários previstos. Esteja aberto para os temas, conheça-os e tenha interesse por saber mais. Isso abre a cabeça da gente, permite mais ideias e nos ajuda a nos desenvolvermos como cidadãos e profissionais.

2. Escute as pessoas que trabalham com você

Não importa quantos estágios você já fez na vida, as pessoas que trabalham com você sempre sabem mais, seja por experiência profissional ou por tempo de casa… As pessoas que estão há mais tempo no mercado podem te dar dicas muito valiosas e importantes sobre seu trabalho e seu desenvolvimento. Isso é mais importante do que qualquer salário que possam te oferecer.

3. Você não é capaz de controlar tudo e está tudo bem

Em determinado tempo do estágio, nós colocamos na cabeça a ideia de que temos que controlar tudo e sermos 100% perfeitos nas tarefas. Não é assim que funciona. Está tudo bem errar, afinal, você é estagiário. Se a empresa não deixar você aprender, onde aprenderia? E qual a melhor forma de conseguir esse conhecimento, senão errando? Então, erre! Assuma seu erro, corrija-o, aprenda com ele e siga em frente. É assim que as coisas evoluem.

4. Todo mundo tem um limite

Sobrecarga de tarefas é o que mais acontece enquanto estamos na faculdade. A jornada dupla, as vezes até tripla, não é fácil para ninguém. Então, conheça seus limites, saiba até onde você consegue ir e não assuma demandas/compromissos além da conta.

5. A faculdade é um ótimo passo inicial

Ao longo do curso, encontrei com várias pessoas que não sabiam por onde começar a fazer estágio. Se o seu curso é reconhecido pelo MEC, ele tem laboratórios acadêmicos que servem como excelentes pontos de partida. Deixe de lado o ego de procurar pelo estágio perfeito e aceite uma oportunidade de entrada. Meu primeiro estágio foi no jornal laboratório e foi onde eu mais aprendi sobre redação e escrita jornalística. Dê uma chance para o seu campus. Pleitear uma vaga com pouca experiência é muito melhor do que sem nenhuma.

6. Não se limite à grade do seu curso

Eu sou formado em jornalismo, mas o meu curso não abrangeu nada sobre economia e tive pouco conteúdo de editorias específicas. Nada disso me impediu de buscar conhecimento para desenvolver as coisas por conta própria. Seja estudando economia para poder fazer investimentos financeiros, ou desenvolvendo um Trabalho de Conclusão de Curso sobre Jornalismo Científico. Entenda o que você gosta de fazer e invista nisso. Será o tempo melhor gasto na universidade e, com certeza, terá retorno no mercado.

7. Invista

Este é um conselho mais restrito. Se você tem que pagar sua faculdade e tem problema de não poder aceitar qualquer estágio por causa disso, essa dica é para você. Eu cursei uma universidade particular e só tinha bolsa de 75%, ou seja, 25% eu tinha que me virar para pagar todos os meses. Isso representou uma boa grana para quem vivia de estágios que pagavam pouco. Uma boa escolha que eu fiz foi guardar dinheiro e aplicar. Ao todo, com acerto de trabalho e o dinheiro que consegui economizar quando pegava algum frila, consegui uma grana que me salvou quando as coisas apertaram por causa da crise de 2015. À época, minha vaga de estágio chegou a ser encerrada por conta da complicação financeira e as economias me salvaram até conseguir uma nova oportunidade.

8. Seus professores são ótimos amigos

Eu perdi as contas de quantas vezes fui salvo por indicação, dica, conselho ou uma simples conversa com meus professores. No caso que citei na dica anterior, eu consegui uma nova vaga por indicação de um professor que “colocou a mão no fogo” por mim. Além disso, no final do curso, uma professora me convenceu a dar monitoria de reportagem em rádio e isso salvou o desenvolvimento do meu TCC. Então, escute o que eles têm a te dizer… principalmente o que diz respeito à qualidade do que você produz.

9. Preste atenção ao mercado

A parte mais fundamental de concluir uma faculdade é conseguir um emprego, então tenha atenção ao seu mercado de atuação. Ao longo dos semestres, veja quais são os conhecimentos que estão mais em alta para a sua área de invista nisso. Conhecimento nunca é demais e sempre agrega para a vida da gente.

10. Se divirta enquanto vai do estágio ao emprego fixo

A faculdade é, sem dúvida, um período de grande evolução para nós. Faça de tudo que puder e aproveite esse tempo ao máximo. No final das contas, restam as lembranças e saudades das situações que passamos ao longo do curso, das dificuldades e dos bate-papos no boteco da esquina, durante o intervalo.

Ir do estágio ao emprego fixo é o sonho de muitos jovens que estão começando sua carreira, mas é necessária muita dedicação para fazer isso acontecer. Se você está em uma empresa que gosta muito e tem o desejo se ser contratado, não hesite, dê o seu melhor e faça acontecer!